f ASAPREV/DF
Brasília, 22 de Janeiro de 2017
Amigos aposentados e idosos do DF e do Brasil, voltamos com fora total para combater a reforma da previdncia. Contamos com todos nessa batalha!



Clique para ler o Jornal da Asaprev



Visitantes:
free web counter
Voc est satisfeito com o atendimento nos hospitais e centros de sade em sua cidade?  
   
  SIM
  N홒
  Mais ou menos
  Muito ruim
Sem atendimento
   
  ver resultado
   




Documento sem título
1
2
3
4
5



Confraterniza豫o de diretores da ASAPREV/DF e FAP/DF
+ ler mais

CNDI debate sobre Secretaria Especial dos Direitos da Pessoa Idosa
+ ler mais

Mudana na aposentadoria dever sair no ano que vem
+ ler mais

ADPF contra DRU protocolada no STF
+ ler mais

Comisso debate Reforma da Previdncia
+ ler mais

Crise econmica continuar forte em 2017
+ ler mais

Sai a consulta ao valor exato da aposentadoria
+ ler mais

Confira os salrios com os novos descontos do INSS
+ ler mais

Nova etapa do pente-fino tem 42 mil benefcios a mais
+ ler mais

Confira os aumentos para quem se aposentou em 2016
+ ler mais

Segurado deve se preparar para a volta do pente-fino
+ ler mais

Aposentado com 60 anos escapa do pente-fino do INSS
+ ler mais

Google



Documento sem título
Foi divulgado oficialmente o índice que vai reajustar os benefícios de dez milhões de aposentados do INSS que ganham acima do salário mínimo. O aumento, retroativo a 1 de janeiro de 2017, será de 6,58% , menor do que a inflação acumulada em 12 meses até novembro, que era de 7,38%. O percentual ficou abaixo do previsto porque, segundo o IBGE, a alta do custo de vida veio caindo nos últimos meses de 2016. O INSS deverá divulgar uma tabela  de reajustes para quem só começou a receber benefício ao longo de 2016 e, portanto, não tem direito ao índice cheio de 6,58%, porque não sofreu as perdas inflacionárias do ano todo. Vale lembrar que os 22,3 milhões de beneficiários do INSS que recebem um salário mínimo já tiveram seu aumento anunciado em dezembro. O piso subirá de R$ 880 para R$ 937, também a partir de 1 de janeiro de 2017. Os benefícios reajustados começam a ser pagos nos cinco últimos dias de janeiro, para quem recebe o piso. O calendário se estenderá até os cinco primeiros dias de fevereiro, para os que ganham mais. As datas variam de acordo com o número final do cartão de pagamento (último algarismo antes do traço).
João Pimenta
Presidente ASAPREV/DF


Joo Pimenta





Documento sem título